Leituras do dia


Desde seus primórdios, a Igreja cristã propôs a seus fiéis ritmos de oração destinados a uma progressão contínua. Assim, o Ano Litúrgico revive em nós a realidade do Mistério de Cristo.

O Ano Litúrgico é, portanto, um calendário religioso que contém as datas dos acontecimentos da História da Salvação.

De acordo com esse calendário religioso, leia abaixo as leituras propostas pela Igreja para o dia de hoje.

Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/leituras.php

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Próximas transmissões AO VIVO

Fazenda da Esperança


°Missa ao vivo, oportunidade de estarmos unidos°
(toda 4ªf 7h às 7h45)°
                               
(Ano A: 2002, 2005, 2008... Ano B: 2003, 2006, 2009...
Ano C: 2004, 2007, 2010...)

lembrete: o último domingo do ano litúrgico é um convite para hoje e sempre

VINDE TODOS


considerai e vivei isto...
Santuários Marianos

°Nossa vocação é para a vida e para a paz, para a justiça e a solidariedade°


portaldaigreja.com - guia da internet católica
 


                       
Mãe Imaculada

Mãe da Igreja
 
Mãe
 

Solenidade do Sagrado Coração de Jesus

encerramenro do Ano Sacerdotal

 

 

ATO DE CONFIANÇA E CONSAGRAÇÃO DOS SACERDOTES AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

ORAÇÃO DO PAPA BENTO XVI           

Fátima, 12 de Maio de 2010         11 de junho de 2010 Missa de encerramento do Ano Sacerdotal 
                       
Mãe Imaculada,
convocados pelo amor do vosso Filho Jesus,
sumo e eterno Sacerdote, nós,
filhos no Filho e seus sacerdotes,
consagramo-nos ao vosso Coração materno,
para cumprirmos fielmente a vontade do Pai.

Estamos cientes de que, sem Jesus,
nada de bom podemos fazer (cf. Jo 15, 5)
e de que, só por Ele, com Ele e nele,
seremos para o mundo
instrumentos de salvação.

Esposa do Espírito Santo,


alcançai-nos o dom inestimável


da transformação em Cristo.

Com a mesma força do Espírito que,
estendendo sobre vós a sua sombra,
vos tornou Mãe do Salvador,
ajudai-nos para que Cristo, vosso Filho,
nasça em nós também.

E assim possa a Igreja
ser renovada por santos sacerdotes,
transfigurados pela graça daquele
que faz novas todas as coisas.

Mãe de Misericórdia,
foi o vosso Filho Jesus que nos chamou
para nos tornarmos como Ele:
luz do mundo e sal da terra (cf. Mt 5, 13-14).

Ajudai-nos,
com a vossa poderosa intercessão,
a não esmorecer nesta sublime vocação,
nem ceder aos nossos egoísmos,
às lisonjas do mundo
e às sugestões do Maligno.

Preservai-nos com a vossa pureza,
resguardai-nos com a vossa humildade
e envolvei-nos com o vosso amor materno,
que se reflete em tantas almas
que vos são consagradas
e se tornaram para nós
verdadeiras mães espirituais.

Mãe da Igreja,
nós, sacerdotes,
queremos ser pastores
que não se apascentam a si mesmos,
mas se oferecem a Deus pelos irmãos,
nisto mesmo encontrando a sua felicidade.

Queremos,
não só por palavras, mas com a própria vida,
repetir humildemente, dia após dia,
o nosso “eis-me aqui”.

Guiados por vós,
queremos ser apóstolos
da Misericórdia Divina,
felizes por celebrar cada dia
o santo Sacrifício do Altar
e oferecer a quantos nos pedirem
o sacramento da Reconciliação.

Advogada e Medianeira da graça,
vós que estais totalmente imersa
na única mediação universal de Cristo,
solicitai a Deus, para nós,
um coração completamente renovado,
que ame a Deus com todas as suas forças
e sirva a humanidade como o fizestes vós.

Repeti ao Senhor aquela
vossa palavra eficaz:
« eles não têm vinho » (Jo 2, 3),
para que o Pai e o Filho derramem sobre nós,
como que numa nova efusão,
o Espírito Santo.

Cheios de enlevo e gratidão
pela vossa contínua presença no meio de nós,
em nome de todos os sacerdotes queremos,
também nós, exclamar:
« Donde me é dado que venha ter comigo
a Mãe do meu Senhor?» (Lc 1, 43).

Mãe nossa desde sempre,
não vos canseis de nos visitar,
consolar e amparar.
Vinde em nosso socorro
e livrai-nos de todo o perigo
que grava sobre nós.
Com este ato de entrega e consagração,
queremos acolher-vos de modo
mais profundo e radical,
para sempre e totalmente,
na nossa vida humana e sacerdotal.

Que a vossa presença faça reflorescer o deserto
das nossas solidões
e brilhar o sol sobre as nossas trevas,
faça voltar a calma depois da tempestade,
para que todo o homem veja a salvação do Senhor,
que tem o nome e o rosto de Jesus,
refletida em nossos corações,
para sempre unidos ao vosso!

Assim seja!